Blog

Olympic: requinte e conforto aliados à economia
13
out 2017

Olympic: requinte e conforto aliados à economia

O consumo de energia elétrica e água são apontados como grandes vilões dos custos de condomínio. Somados, eles podem representar até 30% do valor que os moradores precisam pagar mensalmente para manter a infra-estrutura funcionando. Na maioria das vezes, um condomínio de alto padrão, com áreas de lazer, esporte, piscinas etc, significa uma conta mais salgada.

A boa notícia é que esse cenário já mudou – ao menos para os moradores do Olympic Home & Resort, primeiro condomínio vertical do Rio Grande do Sul a conquistar o selo A do Procel em eficiência energética <

http://delpro.com.br/blog/2017/10/06/olympic-e-o-primeiro-empreendimento-certificado-pelo-inmetro-do-rs/>. Mesmo com uma estrutura completa de lazer, o empreendimento conta com tecnologias construtivas inovadoras, capazes de reduzir o desperdício dos recursos naturais, preservando o meio ambiente, ao mesmo tempo em que gera economia para os moradores.

 

Sensores de presença

As áreas comuns do condomínio contam com sensores de presença, evitando que as lâmpadas fiquem acesas mais tempo do que o necessário, além de facilitar a vida dos moradores.

 

Iluminação LED

A tecnologia das lâmpadas LED está presente em todas as áreas comuns do condomínio. Modernas, essas lâmpadas consomem até 90% menos energia elétrica. Além disso, têm vida útil superior (50 mil horas, enquanto as fluorescentes duram em média 6 mil horas), o que significa menor custo com reposição e descarte de produtos com metais pesados na natureza.

 

Energia solar

No Olympic, a energia solar é aproveitada. O condomínio conta com placas de captação que transformam a luz do sol em energia elétrica. Assim, uma parte significativa das demandas do condomínio é gerada a partir de uma fonte limpa e muito mais econômica.

 

Sensores Fotoelétricos

A iluminação dos jardins, praça interna do condomínio e outras áreas comuns conta com sensores fotoelétricos, que acionam as lâmpadas automaticamente ao anoitecer, desligando-as ao amanhecer.

 

Luz natural

O projeto arquitetônico privilegia o aproveitamento da luz natural, mantendo as lâmpadas desligadas por mais tempo.

 

Aproveitamento da água da chuva

A irrigação dos jardins é feita a partir de sistema automatizado que reaproveita a água da chuva armazenada em reservatórios especiais. O recurso também é utilizado para limpeza das áreas comuns do condomínio.

 

Metais sanitários inteligentes

Torneiras que contam com tecnologia capaz de reduzir o consumo de água e garantir o conforto. Além disso, nas áreas comuns do condomínio, banheiros são equipados com bacias sanitárias com sistema dual flush, evitando desperdício de água.

Tags are not defined

0 comentários

Deixe um comentário